Loading...

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Começam as aulas das escolas municipais de Picuí


Começaram, nesta segunda-feira (25/02), as aulas de todas as escolas da Rede Municipal de Ensino de Picuí. Cerca de 3.600 crianças e adolescentes estão matriculados nas escolas municipais das zonas urbana e rural. O primeiro dia de aula foi marcado pela entrega de novos ônibus escolares para a zona rural do município.

O Prefeito de Picuí, Acácio Dantas, e a Secretária de Educação, Amarides Dias, realizaram a abertura do ano letivo no Distrito de Serra dos Brandões, na Escola Municipal de Ensino Fundamental João Belo Alves. Na oportunidade, o prefeito entregou oficialmente à comunidade escolar um ônibus escolar rural reforçado, adquirido com recursos do Governo Federal, repassados pelo FNDE, através do Programa Caminho da Escola. O veículo, que já se encontra na sede do Distrito, desde a última segunda-feira, tem capacidade para transportar 44 alunos sentados, e beneficiará mais de 60 alunos que estudam em escolas das redes municipal e estadual, em Serra dos Brandões, nos três turnos.

Os alunos do município também foram agraciados com mais um ônibus escolar, advindo do Governo do Estado da Paraíba, que já está beneficiando estudantes das comunidades Currais, Vertente e Poço de Onça que precisam se deslocar até a Escola Municipal Antônio Ferreira de Lima, no sítio Urubu. O ônibus transporta ainda alunos do sítio Urubu para as escolas estaduais da cidade. O veículo tem capacidade para transportar 26 estudantes sentados, possui ar-condicionado e acessibilidade para deficientes físicos.

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Presidente Tancredo de Almeida Neves começa o ano letivo em suas novas e mais amplas instalações, no prédio localizado ao lado da Secretaria de Educação, Cultura e Desporto, no bairro JK. O novo espaço dispõe de: Sala de leitura; Quadra de esportes; Refeitório; Sala para os professores; Laboratório de Informática maior; Salas de aulas maiores; e local de espera na estrada da escola. Segundo Jailza Oliveira, diretora, a mudança é bastante positiva e foi bem acolhida pelos pais de alunos, tendo em vista que o antigo prédio da escola era pequeno e limitava as diversas atividades escolares. Com a transferência, a escola conseguiu aumentar em 31% a oferta de matriculas, além de oferecer uma melhor infraestrutura que favorece o ensino-aprendizagem e a convivência escolar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário